Whatsapp: operadoras preparam petição contra app no mesmo dia que versão web chega para iPhone

whatsapp-no-mesmo-dia-em-que-a-versao-web-chega-para-usuarios-de-iphone-operadoras-preparam-peticao-contra-aplicativo

Gente, ontem chegaram duas novidades quentes aqui nos bastidores do blog sobre o Whatsapp, viu? Olha só!

Primeiro, vamos falar das coisas boas: lembra que eu comentei aqui no blog que o WhatsApp ganhou uma página especial para quem tem smartphones Android, Windows Phones ou BlackBerries, mas quer enviar mensagens gratuitas direto do computador? Pois bem, esse recurso finalmente chegou para os iPhones. Eba!

Então, agora quem tem o smartphone da Apple já pode acessar o endereço web.whatsapp.com pelo computador e começar a mandar mensagens, fotos e áudios para amigos e grupos, com a maior praticidade. Não é o máximo?

Como funciona

Para usar é bem simples! Você só precisa acessar a página do WhatsApp pelo computador e ao mesmo tempo abrir o aplicativo no seu iPhone. No app, procure por Ajustes, selecione WhatsApp Web e posicione a câmera para a tela do computador, para que ele leia o  QR code exibido na página do serviço na web. Viu só como é fácil?

Agora, você já pode falar com seus amigos em qualquer tela, no seu iPhone ou pelo computador. Ah! E tem um detalhe, a versão web do Whatsapp tem as mesmas ferramentas que você já está acostumado a usar no smartphone, então, não tem segredo. Legal, né?

O futuro do WhatsApp por chamada de voz

Bom, agora vamos falar de uma notícia que está pipocando na internet e, que já virou polêmica! Pois é, olha só, pelo que andei lendo, as operadoras de telecomunicações no Brasil pretendem entregar para Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), um documento que questiona o serviço de voz do WhatsApp,e  que não deveria ser permitido pela lei. Aliás, uma dessas operadoras quer até entrar com uma ação judicial contra os criadores do WhatsApp, para proibir seu uso no Brasil, acredita?

Só pra você entender um pouquinho, o que elas alegam é que como o número de celular é concedido pela Anatel e as empresas de telefonia pagam impostos para cada linha autorizada, como as taxas do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), o WhatsApp deveria fazer a mesma coisa.

Resumo da ópera: essa decisão, se for aceita mesmo, pode fazer com que o serviço de mensagens, que hoje é gratuito, passe a pagar impostos locais e, até mesmo, comece a cobrar para ser usado.

E aí, me conta, o que você achou dessas novidades!