Você salva seus arquivos na nuvem? Afinal, esse serviço de armazenamento é seguro ou não?

Oi gente! Hoje em dia uma das formas mais usadas, tanto para salvar memória em seus aparelhos, quanto para garantir acesso a seus documentos e fotos em qualquer lugar, é o serviço de armazenamento na nuvem. Ele é prático, ajuda na hora de organizar melhor os documentos e ainda pode ser compartilhado. Mas você já se perguntou se ele é mesmo seguro? Será que vale a pena confiar nas mãos do provedor de nuvem?

Se você tem essas dúvidas, vem comigo que eu vou contar um pouco mais sobre como isso acontece e quais cuidados tomar.

Preocupação com segurança

Se você usa o serviço de backup de documentos e fotos pessoais e importantes na nuvem, já deve ter se perguntado se é seguro ou não. Será que hackers podem invadir o sistema e roubar meus documentos? Será que aquele provedor é estável e está me protegendo? Afinal de contas, todo sistema pode falhar né?

Pois saiba que todo provedor que utiliza o serviço em nuvem já estão cientes dessas perguntas e tomam algumas medidas para que você se sinta mais protegido. É responsabilidade deles proteger seus documentos e por isso eles usam práticas de segurança para isso.

Como os provedores garantem a segurança

Uma delas é o uso de criptografia para proteger os dados na nuvem. Com isso, seus documentos são salvos como uma espécie de arquivo que não faz sentido mesmo que alguém consiga roubá-lo, porque ele está “trancado”. A única pessoa que tem a chave para destrancar e abrir o documento é você. Bem legal, né?

A outra medida de segurança é que eles usam um sistema de autenticação, que é na maioria das vezes um nome de usuário e senha.

E pra você conseguir compartilhar seus documentos de forma segura eles usam o sistema de autorização, que pode ter vários níveis. Um exemplo disso é o Google Docs, que você pode compartilhar para que a pessoa possa só visualizar, ou que ela possa também editar e comentar em um arquivo.

E por fim, outra forma que eles usam pra manter seus dados mais seguros é sempre duplicar as cópias dos dados. Dessa forma, se acontecer algum problema e perder um, tem outras cópias ali pra garantir. Isso é importante né?

O que fazer pra ficar ainda mais seguro?

Como vimos, os provedores utilizam muitas técnicas pra te deixar seguro com o serviço de armazenamento em nuvem, e isso é muito bom. Muitos deles garantem que a segurança é de 99,9%. Não chega a ser 100% porque nenhum sistema está totalmente protegido de falhas, mas ainda assim é uma porcentagem muito alta pra confiar. As chances de dar algo errado são pouquíssimas.

Mas tem algumas dicas que vão te ajudar a se sentir ainda mais protegido, sabia?

Primeira dica é salvar esses arquivos também em um armazenamento local. Pode ser em um pen drive, em um disco rígido, ou no seu computador, você escolhe. Dessa forma se der algum problema na nuvem, você ainda tem os arquivos ali. Uma vantagem é que com o armazenamento local dá pra você ter acesso a eles mesmo se não tiver com internet.

A segunda dica é usar uma senha forte. Sabia que aquele ataque que teve no iCloud da Apple não teve nada a ver com a segurança do serviço deles? É, o que aconteceu foi que alguns hackers conseguiram descobrir a senha de alguns usuários! E foram na maioria senhas fracas. Por isso é sempre bom usar senhas fortes, ou seja, que combine letras com números, símbolos, coloque letra maiúscula e também que não seja uma palavra do dicionário, tá?

Outra dica é que se você tiver algum documento que seja muito importante ou muito confidencial, é melhor você escolher um armazenamento local. Algo que vai estar nas suas mãos e que ninguém vai poder ter acesso de longe.

Pronto, seguindo essas dicas, você vai estar ainda mais seguro!

E aí, você confia no armazenamento de nuvens? Quais os que você usa atualmente e qual gosta mais? Me conta aí 😉