Vem descobrir o que rolou de mais interessante na Campus Party 2019!

Oi gente! Lembram que eu contei pra vocês que essa semana rolou a Campus Party 2019? Pois é, o evento acabou no sábado e muita coisa legal aconteceu por lá. Foram palestras bem interessantes, bate papos, e até mesmo quem não queria gastar nada conseguiu se divertir na área aberta a público. Muito legal, né?

Quer saber mais sobre o que deu pra ver por lá? Vem que eu te conto tudinho!

As palestras

O Campus Party tem 3 áreas, uma delas é a área aberta a todos, outra é a área de camping para quem quiser ficar acampado lá e não perder nenhum minuto para aproveitar tudo, e a terceira é a arena, para quem comprou os ingressos, tá? É nessa arena que rolaram as palestras e os bate papos com diversos assuntos diferentes e grandes nomes.

Um desses grandes nomes foi o mineiro Ivan Gontijo, que foi um dos responsáveis por enviar o robô Curiosity lá em Marte! Bem incrível, né? Ele falou como conseguiu entrar para a NASA e alcançar um posto bem importante lá dentro e como andam as pesquisas para levar o homem a Marte.

Outra palestra bem legal foi com o Uri Levine, que é criador do aplicativo Waze, sabe? Pois é, ele deu algumas dicas para empresas que estão começando agora, e como os empresários devem acreditar na sua ideia e principalmente fazer algo que seja útil para as pessoas. Foi uma aula de empreendedorismo e tanto!

Ah, e um assunto que esteve muito em alta no evento e que rolou até bate papo sobre o papel da mulher na tecnologia e empoderamento feminino como um todo. Achei incrível! Esse bate papo foi chamado de Combinho do Amor e contou com a presença de muitas mulheres maravilhosas como a Jout Jout, a Julia Tolezano, Rosa Luz, que é rapper e transexual e Ana Paula Xongani, empresária e também cantora.

A área livre

Mas mesmo quem não conseguiu ingresso ou esteve lá só para dar uma olhadinha e passear também conseguiu se divertir bastante. Na área aberta para o público rolou até algumas competições para levar prêmios! É, e teve também uma parte dedicada as pessoas que gostam de construir coisas, independente do que seja, e podiam trabalhar ali dentro para todo mundo ver. É muito legal!

Ah, e para quem gosta de robôs teve até uma arena de batalha! Isso mesmo, os participantes podiam levar seus robôs feitos em casa para competir em uma batalha e ver quem consegue ficar em cima da plataforma por último. E quem levou seu drone ainda participou de uma corrida bem legal com obstáculos.

Rolou também uma corrida de drones, workshops e palestras gratuitas, competições de eSports, ou seja, jogos online como Counter-Strike, Dota2 e Artifact, palestras com orientação e até uma exposição do Maurício de Souza chamada de Donas da Rua, onde o artista desenhou mulheres importantes no mundo da tecnologia e da arte como personagens em quadrinho. Bem legal, né?

E também teve muita música na Campus Music, um local onde os próprios participantes do evento puderam inscrever suas bandas para mostrar um pouco mais do seu trabalho e do talento. E de quebra, ainda divertia os visitantes.