Uma geladeira que não precisa de eletricidade para refrigerar

uma-geladeira-que-nao-precisa-de-eletricidade-para-refrigerar

Acredita que já inventaram uma geladeira que não precisa de eletricidade para esfriar os alimentos? Imagina que loucura seria você ter um item deste em sua casa, futuramente? Bem, parece que isto está bem próximo de acontecer. Quer saber mais sobre esta novidade? Vem com a Lu!

A ideia vem de uma pequena empresa do País de Gales, onde foram construídos mini frigobares que, sem eletricidade, refrigeram por 35 dias. A geladeira Sure Chill é uma criação do inglês Ian Tansley, que observou os lagos congelados perto de sua casa e questionou: “como a superfície fica congelada e por baixo a água continua líquida?”. Então, começou a pesquisar os princípios que poderiam ser aplicados e como regular a temperatura em uma máquina e logo começou a trabalhar em um protótipo.

Olha que criativo: para funcionar corretamente, Tansley aplicou uma lei fundamental da física. Aos 4 graus celsius, a água está em seu estado mais pesado e começa a afundar. Mas em outra temperatura, ela se ergue. Com esse conceito, ele criou um compartimento para circular a água fria em torno de uma câmara central, que mantém a temperatura. Este processo é como um ciclo, que continua até que o gelo se esgote, podendo ser até 35 dias, dependendo do modelo Sure Chill. Genial, não? Se liga no vídeo que, mesmo em inglês, dá uma boa ideia do funcionamento do invento:

A pequena empresa de Tansley, desde então, construiu cerca de 1.500 geladeiras, incluindo modelos para a Fundação Gates e a Unicef​​, importantes para a conservação de vacinas que necessitam de resfriamento para serem enviadas a países distantes. O inventor ainda pretende adicionar outra câmara de resfriamento para que os profissionais da saúde possam entregar mais vacinas a outras pessoas.

Ian Tansley quer ampliar o envio da Sure Chill, para onde possam ser distribuídos sangue e insulina, além de alimentos e bebidas. Ele já tem acordos de licenciamento na Índia e na África do Sul, e está trabalhando em outros.

Por enquanto, por ser um novo invento, as máquinas possuem um preço alto, custando US$ 2.600. Porém, Tansley afirma que o valor deve cair com a produção em escala, podendo ser mais baratas que as geladeiras convencionais, já que as Sure Chill não têm tantos componentes e partes móveis, e ainda exigem menos manutenção.

Enquanto essa belezinha não chega por aqui, que tal dar uma olhadinha nas geladeiras e frigobares do Magazine Luiza?

E me diz: o que você colocaria em uma Sure Chill?