Spotify muda política de privacidade e gera a ira de usuários

spotify-muda-politica-de-privacidade-e-gera-a-ira-de-usuarios

É, parece que o clima fechou entre o pessoal do Spotify e seus usuários, viu? Olha só!

Gente, o Spotify atualizou sua política de privacidade para coletar mais dados de seus assinantes. Agora, por exemplo, o aplicativo pode identificar a localização de seus usuários por meio de GPS do celular, e até mesmo ter acesso aos contatos e “pegar” fotos do álbum.

Só que essa mudança gerou uma onda de críticas por parte dos usuários que não gostaram nada disso. Dá uma olhadinha no que diz alguns trechos da nova política: “Com sua permissão, nós podemos coletar informações armazenadas em seu dispositivo móvel, como contatos, fotos ou arquivos de mídia.”

E ainda completa: “Dependendo do tipo de dispositivo que você usa para interagir com o serviço e as configurações dele, nós podemos coletar informações sobre a sua posição, baseada, por exemplo, na localização do GPS do celular ou outras formas de localização de dispositivos móveis, como Bluetooth”.

Pelo que andei lendo, para colher esses dados, o Spotify analisa diariamente o comportamento de seus membros, como por exemplo, as pesquisas feitas dentro do serviço, as postagens no Facebook, as mensagens enviadas, os comandos de voz e os sites visitados na internet.

Mas, olha só, apesar de muita gente não concordar e ter até cancelado o serviço, por conta dos novos pontos da política, o pessoal do Spotify garantiu, em nota enviada para a imprensa americana, que: “a privacidade e a segurança dos dados de seus clientes é, e continuará a ser a mais alta prioridade”.

 

E, aí, me conta, você é usuário do Spotify, o que achou de tudo isso?