Saiba mais sobre os Doodles do Google

a-historia-por-tras-dos-doodles-do-googlee

Gente, já reparou que em algumas datas comemorativas a página inicial do Google se torna mais interativa e divertida? Isso porque os famosos “Doodles” têm essa função: alertar o usuário para um feriado, aniversário e vida de pessoas famosas ou acontecimentos históricos importantes, mas de uma maneira diferente, irreverente e bem engraçadinha.

Quando os Doodles foram criados ninguém imaginava o tremendo sucesso que os logotipos do Google fariam. Hoje, muitas pessoas aguardam o lançamento de um Doodle e tem até aqueles que colecionam! Quem não se lembra do Doodle das Olimpíadas de 2012 ou o do 78º aniversário de Robert Moog, o inventor do sintetizador Moog?

Vamos conhecer mais sobre esta história de sucesso? Vem com a Lu!

Festival The Burning Man: o nascimento do primeiro Doodle

O primeiro logotipo modificado surgiu em 1998, antes mesmo do Google se tornar um fenômeno mundial. Larry Page e Sergey Brin, fundadores do buscador, criaram uma forma de destacar o festival The Burning Man, um evento anual realizado nos Estados Unidos. O Doodle tinha apenas um bonequinho desenhado atrás do segundo “o” da palavra Google. Este simples desenho destacou a marca.

Lá no início dos anos 2000, Larry e Sergey pediram ao desenvolvedor de sites da companhia que criasse um Doodle para comemorar o Dia da Queda da Bastilha, evento que ocorreu na Revolução Francesa em 14 de julho de 1789. A ideia foi um tremendo sucesso, sendo bem recebida pelos usuários do Google.

A partir daí, mais logotipos para celebrar feriados norte-americanos e aniversários de famosos começaram a ser criados. Em 2013, chegou a marca de 350 trabalhos desenvolvidos por dez ilustradores talentosos, quatro desenvolvedores e dois gerentes de projeto. Dentro desta pequena equipe, existem dezenas de voluntários que sugerem ideias e traduzem materiais para compor os Doodles internacionais em outros países, como no Brasil. Bacana, não é?

Como são criados?

Sabemos que os Doodles podem ser interativos ou apenas uma simples homenagem, um tema. Segundo Ryan Germick, líder da equipe dos logotipos do Google, o principal objetivo é surpreender o usuário com peças divertidas e inesperadas. A escolha dos temas não segue um critério definido para ser aprovado pela equipe do marketing. Como exemplo, temos o sintetizador Moog, que comemorou o aniversário de 78 anos de Robert Moog. O internauta podia tocar o instrumento com a setinha do mouse e reproduzir sons diferentes. Foram 4 meses de trabalho para ele ficar pronto!

Outra ideia bastante diferente foi a celebração dos 96 anos de Lester Willian Polsfuss, inventor da guitarra elétrica Les Paul. O Doodle era um logotipo interativo, no formato do instrumento, pelo qual o usuário conseguia reproduzir notas musicais ao passar o mouse ou apertar determinadas teclas. Ainda era possível gravar criações e compartilhar seu som no Google+.

Os trabalhos ficam prontos de forma variável. Alguns podem surgir em algumas horas, enquanto outros podem levar meses.

No Brasil, as mais recentes celebrações foram sobre o piloto brasileiro Ayrton Senna, que completaria 54 anos neste ano, e Pixinguinha, o mestre do gênero musical choro.

Para conferir a galeria de Doodles, basta clicar aqui.  

Envie sua proposta!

Tem um endereço de e-mail que os usuários podem usar para enviar suas propostas de Doodles. Anote aí: proposals@google.com. Sua ideia precisa ser bem legal, algo como “coisas que são boas para o mundo”, segundo Germick.

Eu sou suspeita para falar, mas sou fã de todos os Doodles! E para você, qual foi a melhor criação até agora? Me conta!