Saiba como escolher qual é o fone de ouvido ideal pra você!

Oi, gente! Antigamente quando você queria comprar um fone de ouvido, as opções eram poucas e limitadas, né? Mas hoje em dia, com o avanço da tecnologia e dos tipos de fones, esse mercado já cresceu bastante! O suficiente pra muita gente se perguntar “qual tipo de fone é melhor pra mim?”.

Se você tá com essa dúvida, eu vou te ajudar te dando umas dicas de como escolher o fone de ouvido ideal pra você!

Qual é o melhor tipo?

Hoje em dia existem 4 tipos de fones que você pode escolher. Um tipo não é sempre melhor que o outro em termos de qualidade, vai depender da marca, da potência, e, principalmente, como você usa o fone e sua preferência, tá?

Auriculares

O primeiro tipo são os fones auriculares. São aqueles que geralmente acompanham os smartphones e que são redondinhos. Eles são leves e fáceis de carregar, e essa é uma boa vantagem, mas a desvantagem é que eles não são muito ergonômicos e por isso podem incomodar um pouco.

Eles também têm a vantagem de terem o preço mais reduzido, então é bom pra quem quer comprar um fone de boa qualidade, mas barato. São colocados na concha do ouvido externo, virado pro interior do canal.

Intra-auricular

Os modelos intra-auriculares são bem parecidos com os auriculares, mas a diferença é que eles têm uma ponta com silicone que se encaixam no canal auditivo. Além de incomodar menos, ainda garantem que o som não se perca muito, então traz uma melhor experiência na hora de usar.

Assim como os auriculares, os intra-auriculares também são leves e fáceis de carregar. Uma desvantagem desse modelo é caso você vá usar em locais onde precisa ficar atento ao ambiente ao redor como por exemplo correr na rua, já que eles abafam os sons externos.

Supra-auriculares

Esses modelos já são do tipo headphone, aqueles que são redondos e que ficam por cima da orelha, sem precisar ser encaixado no canal auditivo. São muito procurados e a vantagem é que são mais fáceis de usar e confortáveis do que os auriculares e intra-auriculares, principalmente em movimento, porque eles não correm o risco de ficar caindo.

Os supra-auriculares ficam por cima do ouvido, e muitos não abafam muito o som externo, então podem ser bons pra quem pratica exercícios na rua, por exemplo. Mas é bom olhar o design porque se não for confortável pode acabar incomodando com o tempo.

Circumaural

Apesar do nome difícil e estranho, esse tipo é muito comum. Ele é muito procurado pra quem joga, ou pra quem quer a melhor qualidade de som, porque ele são feitos com apoios de espumas que encaixam ao redor da orelha, envolvendo ela toda, como uma concha. Bem legal, né? Por isso são bem confortáveis.

Mas a desvantagem desse modelo é que eles são maiores, então são mais complicados de ficar carregando de um lugar pra outro.

Qualidade e conforto

Outro aspecto interessante pra você ficar de olho na hora de comprar seu fone é se você quer uma ótima qualidade de som. Pra isso, você tem que focar nos modelos que tem uma maior taxa de frequência, de potência, de sensibilidade, impedância e de resposta de frequência. Alguns vão dar mais prioridade aos baixos, outros vão garantir um som algo e sem distorção, então depende muito do que você prefere. Para quem é leigo no assunto a dica é procurar por marcas que já tenham tradição no mercado, assim não corre o risco de errar!

Em relação ao conforto, é bom ficar de olho no material do fone, como na construção, estrutura e acabamento. Nos intra-auriculares prefira modelos que vêm com as borrachinhas extras, assim eles podem durar mais. Nos supra-auriculares, é bom que eles tenham um bom material na concha do fone, assim não causam desconforto.

E o tipo de cabo e conector?

Outro detalhe interessante pra ficar atento é o conector. Segundo especialistas, o melhor plugue é aquele que é banhado a ouro, de aço inoxidável. Isso porque o ouro conduz a eletricidade melhor do que os outros materiais, o que significa que você não vai ficar escutando ruídos enquanto escuta suas músicas. Isso também impede que ele sofra corrosão muito rápido, o que aumenta a vida útil dele e o deixa mais resistente.

Já em relação ao cabo, procure escolher os mais grossos. Outra dica é preferir os cabos achatados, porque eles são menos propensos a formar nó e estragar. O tamanho também é interessante, então um cabo entre 2 e 2,5 metros seria o ideal, embora muitos tenham apenas 1 metro. E, por fim, a depender do seu uso, você ainda pode dar preferência a fones que no cabo tenham controles pra parar e reproduzir, volume, e até microfone pra chamadas.

Opções sem cabo

Claro que hoje em dia também existem as opções de fone sem cabo, que são conectados pelos aparelhos através da conexão Bluetooth ou NFC. Pra isso, basta que eles estejam perto do aparelho em questão, que pode ser por exemplo um smartphone. Claro que ambos os aparelhos precisam ter essas conexões sem fio, tá?

Ah, e esses cabos vêm com baterias, então você precisa se preocupar também em mantê-los sempre carregados. É bom olhar a duração dessa bateria, porque fones sem fio com bateria de pouca duração podem te deixar na mão em viagens ou se você for passar o dia todo longe de casa. Mas são ótimos pra quem vai praticar esportes, assim os cabos não incomodam na hora dos movimentos.

E agora que você já sabe qual detalhes prestar atenção na hora de escolher seu próximo fone, clica aqui e dá uma olhada nas opções do Magalu pra escolher seu preferido!

E aí, gostou das dicas? Quais dessas características o seu fone tem? Me conta aí 😉