O Orkut foi embora. Mas o Orkuti chegou!

Gente, quando eu escrevi o post de despedida do Orkut nunca imaginei que, menos de seis meses depois, já estaria brincando com a mesma delícia que é entrar em comunidades, trocar scraps e tudo mais. Como assim? Calma, eu explico!

É que a internet não fala de outra coisa: o Orkuti (cópia da rede social extinta em setembro de 2014) está fazendo sucesso e todo mundo está baixando por lá para criar seu perfil e reviver uma “rede social de raiz”.

Tem até um vídeo promocional, feito por seu criador, o Alex Becher. Olha só que legal:

O que mais me impressionou é que o funcionamento é absolutamente igual ao Orkut original, que já chegou a responder com mais da metade dos acessos na rede brasileira. Lá é possível adicionar amigos, criar e receber scraps (espécie de recado, só que público), brincar de criar comunidades mais inusitadas do que as outras e, pelo menos até agora, reviver o ritmo das redes sociais de 10 anos atrás.

Segundo seus criadores, o site conta com 118 mil usuários cadastrados. Se você parar para pensar, é pouco, em comparação aos milhões de perfis da versão original. Mas, em se tratando de uma novidade recente, já é uma galera considerável, né?

Só para lembrar, não é de hoje que redes sociais paralelas tentam tirar um pouquinho da liderança do Facebook. Vocês lembram do Ello? A rede social só aceitava novos usuários por convite e tem uma proposta mais minimalista, ou seja, com design simples e sem tantos recursos visuais. Depois de um bom inicial, ela segue no ar, mas sem fazer taaanto sucesso quanto o esperado. Será que, como o brasileiro adorava o Orkut, essa nova rede social terá mais chance de crescer por aqui?

Estarei de olho e. até lá, me diga: o que mais você vai curtir reviver com o Orkuti?