Motoristas do Uber realizam greve nesta quarta-feira e pedem por mais segurança

Oi gente! Desde a sua chegada aqui no Brasil, o Uber tem se tornado uma das principais formas de transportes em muitas cidades né? Mas parece que alguns motoristas não estão satisfeitos com as condições de trabalho e segurança oferecidas pela empresa e por isso muitos deles em vários lugares do mundo estão aderindo a uma greve hoje.

Quer saber como vai funcionar e se você vai ficar sem Uber nesta quarta? Vem que eu conto tudo.

Reivindicando melhorias

Muitos motoristas do aplicativo Uber vêm se comunicando nos últimos dias pra realizar uma greve hoje, dia 08 de maio. Ela começou na meia noite do dia 07 e vai até a meia noite de hoje, então vai durar 24 horas, tá?

Eles querem algumas mudanças para o aplicativo e nas condições de trabalho. Uma delas é que a tarifa básica seja aumentada em pelo menos R$2,00, e também que o valor pago por quilômetro rodado seja maior. Outra reivindicação é que a taxa cobrada pelo aplicativo para os motoristas seja diminuída e fique entre 15% e 20%.

E também tem a questão da segurança, tá? Eles estão pedindo para que a Uber tenha um esquema de cadastro mais rigoroso para os clientes, assim eles também vão poder se sentir mais seguros já que acontece às vezes casos de roubos, por exemplo.

Eu vou ficar sem Uber hoje?

A resposta é não. É porque é uma greve descentralizada, ou seja, nem todo mundo vai aderir. Quem está insatisfeito, sim, mas nem todos os motoristas no Brasil estão assim. Por isso em algumas cidades, principalmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, pode ser que tenha menos Uber trabalhando, mas ainda terão alguns. E como o aplicativo trabalha com o sistema de demanda e procura, algumas corridas podem ter o preço alterado.

E aí, você sentiu essa diferença no aplicativo hoje? Conhece alguém que é motorista do Uber? Marca aqui 😉