Microsoft registra patente sobre compartilhamento de internet 90% mais econômico

microsoft-registra-patente-sobre-compartilhamento-de-internet-90-mais-economico

Você sabia que já faz um tempinho que a Microsoft vem estudando formas aumentar a autonomia dos dispositivos móveis, usando as conexões wireless? Vem que eu te explico melhor!

Olha só, de acordo com o pessoal da Microsoft, já existem muitas pessoas preocupadas em achar fontes mais eficientes de energia, sabe? Foi aí que eles decidiram focar os esforços em descobrir meios de tornar o gasto dos aparelhos mais inteligente. Tanto que a companhia já até encontrou alguns meios de fazer com que os aparelhos de fato durem mais tempo longe da tomada, quando estão em conexões Wi-Fi. Legal, né?

Uma recente patente publicada pela própria Microsoft, mostra que a empresa conseguiu reduzir em até 90%, o consumo de energia de dispositivos, enquanto eles estavam com o compartilhamento de internet ativo, o que na verdade, sempre foi um grande vilão das baterias, né?

Ah, e ainda segundo eles, o principal motivo deste tipo de conexão gastar uma grande quantidade de energia, é porque ela exige que os smartphones ou tablets, que estão roteando a internet, permaneçam sempre em modo de alto desempenho, já que é feita uma eterna troca de dados entre o aparelho e os demais dispositivos conectados à rede.

A solução

Com a tecnologia registrada como Power Saving Wi-Fi Tethering, isto não seria mais necessário, já que o celular poderia identificar momentos de ociosidade, e assim coordenar se seria necessário ou não manter a conexão, estabelecendo então um modo de hibernação, até que ela fosse novamente requisitada. Bem interessante, né?

E assim, você não precisaria reativar manualmente o compartilhamento de internet em seu dispositivo, mesmo depois de algum tempo sem que os aparelhos conectados utilizassem a internet. Inclusive, isso seria feito automaticamente e de forma muito mais inteligente, proporcionando o aumento da autonomia como eu falei lá em cima! 😉

Outra coisa, esse sistema seria capaz até mesmo de identificar o tempo de hibernação de acordo com as aplicações que você usa, sendo um tempo mais longo pra leitura de páginas web e, mais curto pra jogos online e redes sociais, por exemplo. Gostei!

Mas, olha gente, por enquanto, não há qualquer informação sobre quando a Microsoft pretende adicionar essa função de vez. Pelo jeito, vamos ter que esperar mais um pouquinho, né? Tomara que não demore!

E aí, me conta, o que você achou dessa iniciativa da Microsoft sobre aumentar a autonomia dos aparelhos móveis?