Microsoft muda de ideia e reduz armazenamento do OneDrive

microsoft-muda-de-ideia-e-reduz-armazenamento-do-onedrive

Gente, a Microsoft informou que fez uma reorganização nos planos de OneDrive, aquele recurso de armazenamento na nuvem, sabe? Pois é, até pouco tempo esse serviço era oferecido de forma ilimitada para os usuários, mas com as mudanças, o espaço para guardar arquivos foi reduzido. Olha só!

De acordo com a publicação feita no blog da empresa, desde que eles que começaram com o plano de armazenamento ilimitado para os clientes inscritos do Office 365, – que é aquele programa de aplicativos online por assinatura, um pequeno número de usuários armazenou backups de vários computadores, guardando coleções inteiras de filmes e gravações de TV, acredita?

Em alguns casos, isso ultrapassava 75 terabytes por usuário, ou seja, 14 mil vezes a média. Foi aí que a Microsoft decidiu mudar o foco do seu serviço, isto é, ao invés desses backups enormes, que exigem muito espaço na nuvem, a empresa quer continuar entregando boas experiências, mas sem abrir mão da qualidade, além de continuar ajudando seus usuários a terem maior produtividade com benefícios.

Agora, os assinantes que tinham armazenamento ilimitado passarão a contar com apenas 1 terabyte de limite, que também dá pra guardar muitas músicas, fotos, vídeos e até documentos. Já os planos de 100 e 200 GB também serão desativados, sendo substituídos pela opção de 50 GB que vai custar US$ 1,99 por mês, para novos assinantes.

Outra coisa, o serviço gratuito que oferecia 15 GB será reduzido para 5 GB, e não vai ter mais a possibilidade de guardar 15 GB de arquivos de câmera, viu? E para quem tiver com mais de 5 GB de dados armazenados na sua conta no OneDrive, a Microsoft vai permitir que você mantenha esses dados por mais doze meses, (um ano), mas será necessário fazer backup do que ultrapassar os 5 GB para outra conta, ou você perderá dados importantes.

Ah, além disso, você também não poderá enviar mais nenhum arquivo, se já estiver extrapolado o novo limite, tá?

Dá uma olhadinha nas novas regras da Microsoft:

– Os usuários que estiverem acima do limite por mais de 90 dias, ainda terão acesso aos seus arquivos por 9 meses. Será possível vê-los e baixá-los, mas não poderá adicionar conteúdo novo.

– Depois desses 9 meses, aqueles ainda estiverem acima do limite terão a conta bloqueada. Isso significa, que você não poderá acessar o conteúdo do seu OneDrive até tomar uma ação. E mesmo se, depois de um ano, você não tomar uma ação, seu conteúdo poderá ser excluído.

Mas, olha gente, todas as mudanças vão começar a valer no começo de 2016. E para quem é assinante e não concordar com as alterações da empresa, pode pedir reembolso, tá?

E aí, me conta, o que você acha dessas novas alterações da Microsoft para o OneDrive?