Mão feita em impressora 3D? Sim!

Gente, as impressoras 3D estão com tudo meeesmo! Hoje quero contar a história de dois empreendedores e uma mãe que se reuniram na Argentina para criar um “produto” que dinheiro nenhum pode comprar: a felicidade de uma criança. Parece ficção científica com final feliz. Dá uma olhada!

Começa assim: Ivana Gimenés tem um filho com necessidades especiais, o pequeno Felipe, que nasceu sem a mão esquerda. Querendo realizar o desejo do filho de ter uma vida plena, ela começou a pesquisar na internet depois de ver notícias como a de um americano que tinha imprimido a mão para o filho.

Procura daqui, procura dali, ela encontrou dois empreendedores em Buenos Aires que haviam criado a 3D LAB Fab&Café, especializada neste tipo de tecnologia. Pronto: estava armada a corrente do bem.

Equipados com fotos, medidas e demais detalhes de Felipe, Péres Weiss e Gino Tubaro (os sócios da 3D LAB), resolveram encarar o desafio, baixando modelos na internet e fazendo adaptações para as proporções do menino. Calma que o melhor vem agora: com a pequisa, Péres e Tubaro foram capazes de baixar o preço de uma prótese de US$40 mil para US$250. Uau!

No vídeo dá para ver o Felipe aprendendo a interagir com o mundo através de sua nova mão:

Claro que a experiência ainda funciona só em modo “protótipo”. Os governos de vários países ainda estão trabalhando em uma forma de organizar a fabricação e uso deste tipo de prótese. Mas tem tudo para ser um futuro próspero, não acha?

Não disse que tinha final feliz?! O que será que ainda falta fazerem com as impressoras 3D, hein? 😉