Instituto Brasil a Gosto lança campanha incrível que ajuda agricultores quilombolas e caiçaras e alimenta famílias vulneráveis!

Oi, gente! São nas situações mais difíceis que precisamos nos unir e ajudar uns aos outros, né? E hoje eu venho aqui falar com vocês sobre uma iniciativa incrível que o Instituto Brasil a Gosto, presidido pela chef Ana Luiza Trajano, que está ajudando muita gente.

Com a pandemia e o distanciamento social necessário, muitas famílias estão passando dificuldades e até fome, enquanto outras que trabalham com alimentos estão com dificuldade de vender sua produção. Então, eles pensaram: que tal unir essas duas correntes e ajudar os dois lados?

Como funciona a iniciativa?

O Instituto Brasil a Gosto já trabalhava com muitas comunidade quilombolas há um tempo, e por isso começou a conhecer melhor essas famílias. Muitas pessoas nessa comunidade ganham seu sustento fornecendo alimentação para os alunos da rede pública do Estado de São Paulo, mas com a pandemia essas escolas fecharam e por isso esses alimentos produzidos pela Cooperativa dos Agricultores Quilombolas do Vale do Ribeira estão se acumulando!

Essa campanha tem como objetivo comprar esses alimentos para que esses trabalhadores continuem mantendo sua renda, e também pra evitar que eles estraguem. E em seguida, doar para famílias que estão passando fome. Muito bom, né?

Ou seja, ajuda nas duas situações!

Como são os kits?

Pra aproveitar esses alimentos que estão se acumulando, garantir a venda dos agricultores quilombolas e alimentar quem tem fome, o Instituto Brasil a Gosto se uniu à Cooperquivale, ao Instituto Socioambiental, à comunidade caiçara da Enseada da Baleia e ao Instituto Linha D’água pra produzir e distribuir kits alimentares para famílias em situação de vulnerabilidade.

Cada kit é composto por 10 dos 26 itens que eles produzem. Ao todo são 15 kg de alimento por kit e mais um peixe seco. Entre os alimentos estão palmito, mandioca, limão, inhame, cará, diferentes variedade de banana, chuchu, mel, rapadura, farinha, taiada, batata doce, alface, cheiro verde, couve, entre outros. E entre os peixes estão parati, corvina, tainha, salteira e bagre.

Como posso ajudar?

O projeto começou muito bem, e a primeira etapa já beneficiou 716 famílias em São Paulo, acredita? Mas, claro que cada kit é por um tempo determinado, que dura mais ou menos um mês, então é preciso prolongar e continuar essa distribuição. E nessa parte que todos podem ajudar!

A campanha já tá na plataforma de financiamento coletivo Kickante, e pra acessar e ajudar também é só clicar aqui, tá? As doações podem ser a partir de 10 reais, e você pode doar quanto quiser, e quanto puder. Toda doação é bem vinda e já ajuda muito!

Quem doar mais de 400 reais vai ganhar uma vídeo-aula gravada com o chef e pesquisador Max Jaques sobre a variedade de ingredientes da Mata Atlântica e seus usos na cozinha brasileira. Já quem doar mais de 700 reais ganha uma vaga para assistir a aula online, ao vivo, com a chef Ana Luiza Trajano, ensinando uma receita brasileira! Uau!

O Magazine Luiza é parceiro dessa campanha incrível e pretende ajudar ao máximo para que muitas famílias sejam beneficiadas por ela. Faça você também a sua parte! 

E aí, o que achou da iniciativa? Já fez sua boa ação do dia? Aproveita e mostra pros amigos, quanto mais gente melhor! 😉