Entenda quais são as diferenças entre um smartwatch e uma smartband!

Oi gente! Quando se fala em dispositivos vestíveis, ou os famosos “wearables”, pensamos logo em duas opções: o smartwatch ou a smartband, né? Muitas pessoas ainda acabam confundindo o que é um e o que é o outro, principalmente porque eles se parecem bastante! Mas ainda assim existem algumas diferenças básicas pra que ajudam a escolher o que melhor combina com o que você quer.

Ambos funcionam quase da mesma forma, especialmente nas funções de atividade física como monitoramento de ritmo cardíaco, contador de passos, monitoramento de exercícios, entre outros. Mas o que eles tem de diferente? Vem cá que eu vou te mostrar.

O visual

Pra começar, é preciso entender que smartband é uma pulseira inteligente, e o smartwatch é um relógio inteligente, tá? Embora muitas smartbands já estejam chegando com um visual bem parecido com os relógios inteligentes, o visual é um ponto de diferença entre muitos modelos. O smartwatch tem uma cara mais de relógio, de fato, enquanto a smartband geralmente é como se fosse uma pulseira com um visor, tá? A tela da smartband geralmente é mais fina e do smartwatch é ou quadrada ou redonda, a depender do modelo.

Um detalhe que chama atenção nisso é que como as smartbands foram feitas pra quem quer um aparelho pra ajudar nas atividades físicas, ela é mais leve que os smartwatches. Além do mais, geralmente o smartwatch é feito com peças de metal, e tem mais componentes porque ele é mais avançado e tem mais funções independentes. E também acaba ficando um pouco mais pesado por isso.

Mais funções

As smartbands são feitas principalmente pra quem quer usar em atividades físicas, tá gente? Elas tem essas funções de monitoramento, tem aplicativos pra mostrar suas condições físicas, até rastrear seu sono. Algumas já dá pra fazer outras funções mais básicas como ver notificações e reproduzir música, mas ela sempre precisa estar conectada a um smartphone. Esse é um detalhe importante!

Isso porque os smartwatches já são diferentes justamente porque a maioria não precisa do smartphone! É, muitos dá pra usar sem ter o celular por perto! Além do mais, ele têm funções mais completas que não são ligadas a atividades físicas como receber e enviar mensagens, realizar chamadas, usar aplicativos úteis como calculadora, calendário, entre outros.

Alguns dá até pra colocar um chip SIM de internet e ter uma conexão totalmente a parte pra deixa-lo ainda mais independente. É como um mini smartphone no pulso, né? Mas é importante ficar atento no modelo, porque não são todos que tem todas essas opções, tá?

Uso, bateria e preço

Como o smartwatch tem mais funções do que a smartband, ele acaba usando mais bateria, tá? Então a maioria deles dura cerca de um dia, e é preciso recarrega-lo, enquanto as pulseiras inteligentes podem durar mais do que isso.

E como deu pra perceber, as smartbands são uma opção mais simples, com funções voltadas pra quem quer manter a saúde em dia. Por isso ela acaba sendo mais barata do que os smartwatches, que são mais completos, com funções de smartphone, e por isso mais caros.

E aí, qual dos dois faz mais o seu tipo? Você já experimentou uma smartband ou um smartwatch? Me conta aí como foi a experiência! 😉