DuckDuckGo: um buscador que não deixa rastros

Uma das coisas que acho mais bacanas na internet é que ela tem praticamente tudo o que imaginamos. E, numa época em que tanto se fala em privacidade e segurança de informação, é ótimo termos opções para nos protegermos online, né? É justamente isso que o DuckDuckGo é: uma ferramenta de busca muito útil. E segura! Calma, que eu explico tudo a seguir.

duckduckgo-um-buscador-que-nao-deixa-rastros-1

Embora exista há alguns anos, o DuckDuckGo começou a ficar famoso depois das questões envolvendo espionagem nos EUA. Aquele escândalo da NSA, sabe? Isso porque o buscador tem uma promessa simples: ele não instala cookies ou acompanha a sua navegação pela internet, como os outros fazem. Hora da Tecla SAP: cookies são pequenos códigos que ficam armazenados em seu computador e indicam, entre outras coisas, seu histórico de navegação, perfil de compras, sua cidade etc.

Ou seja, as buscas que ele realiza são anônimas e em mais de 50 fontes, como Bing, Wolfram Alpha e Yelp. Na prática, isso representa mais privacidade para você e menos invasão de anúncios! Legal, né?

duckduckgo-um-buscador-que-nao-deixa-rastros-2

Depois do sucesso em 2013 (foram mais de 1 bilhão de buscas realizadas!), o DuckDuckGo correu para implementar novas funções e melhorar seu design. Para você ver as novidades mais recentes, eles criaram até uma URL alternativa, a https://next.duckduckgo.com.

Por lá você encontra curiosidades e buscas mais incrementadas que, até eu fechar este post, funcionavam somente em inglês. Por exemplo, tente digitar “define apple”, e você vai ver, antes dos resultados, uma definição da palavra como em um dicionário. Eles até relacionaram uma lista incrível com atalhos de buscas inteligentes para temas tão variados quanto viagens, gastronomia, ciência e matemática. Vale a pena dar um pulinho aqui!

E aí, o que acha de experimentar um novo buscador além do Google? Conta para mim o que achou!