Como evitar que crianças vejam conteúdo impróprio no Android

como-evitar-que-criancas-vejam-conteudo-improprio-no-android

Gente, os smartphones e tablets são maravilhosos, né? Até as crianças adoram e parecem que já nasceram sabendo usar esses aparelhos. Mas eu me preocupo com uma coisa: como fazer para proteger os pequenos de acessarem materiais impróprios para a idade deles? Fui pesquisar e encontrei algumas soluções que funcionam no Android. Dá uma olhada!

Descobri que dá para alterar o nível de maturidade e assim evitar expor os pequenos a conteúdos impróprios ao acessar e baixar apps na Play Store. Você pode simplesmente retirar o acesso a programas que exigem um grau maior de maturidade do usuário, ajudando a prevenir problemas com conteúdo indesejado.

Para fazer isso, abra o aplicativo da loja, vá em “Configurações” e depois procure por “Controle de Usuário” e “Filtragem de Conteúdo”. Ali você vai ver as opções para ajustar o nível de maturidade em baixo, médio e alto. Em “Requer senha para compras”, você consegue inserir um código que bloqueia os downloads feitos na loja. Dá para escolher se esse código vai ser pedido em todas as compras ou somente de 30 em 30 minutos. Essas dicas são o básico da proteção e do controle de acesso dentro da Play Store.

Se você tem um tablet com o Android mais recente (o 4.2 ou 4.3) vai poder usar a nova funcionalidade de “Controle Parental”, que é o poder dado aos adultos de controlar o que as crianças acessam e veem. Use os perfis restritos assim:

1. Toque em “Configurações” e selecione “Usuários”;

2. Toque em “Adicionar Usuário” ou “Perfil”;

3. Escolha o “Perfil restrito”.

O sistema vai pedir para você criar um PIN (uma senha curta), usar o padrão gráfico ou criar uma senha comum caso não tenha feito ainda. Todos os aplicativos instalados no aparelho vão aparecer numa lista. Escolha o que seu filho pode ou não ver deslizando o SIM ou o NÃO.

Para começar a usar a conta limitada vá para “Configurações”, selecione a conta recém-criada e o Android vai habilitar ela para você. A partir de então, toda vez que você bloquear a tela será dada a opção de usar a conta restrita que criou para desbloqueá-la.

Mas e se você não tem um gadget com Android mais recente, como fazer?

Existem programas específicos para bloquear conteúdo inadequado para os pequenos. Veja estas dicas:

Programas como o McAfee Family Protection e o Net Nanny usam a estratégia de automaticamente bloquear sites e aplicativos geralmente restritos para crianças. Não é preciso configurar quase nada. O programa da Norton vem com 30 dias grátis para ser testado e depois disso cobra 20 dólares por uma licença de um ano. Já o Net Nanny é mais caro, custa 80 dólares, mas pode ser usado em até dez aparelhos.

Já aplicativos como o NQ Family Guardian escolhem dar aos adultos todo o controle, em tempo real, sobre o que as crianças acessam e até onde estão. Instalando ele em seu aparelho e de seus filhos, você tem acesso a tudo o que eles fazem. Como os outros dois aplicativos, ele dá 30 dias grátis para testar e depois funciona com uma assinatura de cinco dólares por mês.

No Android existe uma gama grande de apps para fazer o controle parental, mas os melhores parecem ser os pagos. Ah, e acho que uma boa conversa com aquelas crianças mais curiosas já é um ótimo começo, né? 😉  

Você já usou alguns desses aplicativos? Conta para mim como foi sua experiência!