Caixa Econômica Federal lança aplicativo pra quem vai receber o Auxílio Emergencial. Saiba tudo!

Oi, gente! O governo brasileiro vai disponibilizar o Auxílio Emergencial, que é uma ajuda para quem não tá podendo trabalhar em período de isolamento social, sabiam? E o melhor de tudo é que a Caixa Econômica Federal já lançou um aplicativo que vai te ajudar a receber esse auxílio de forma prática e rápida.

Ele vai ser dado a trabalhadores informais, microempreendedores Individuais (MEI) e contribuintes individuais do INSS, tá? Se você tá nesse grupo, saiba como fazer:

Baixando e se cadastrando

A primeira coisa que você deve fazer é o download do aplicativo pra Android nesse link ou pra iOS nesse link.

Após baixar e instalar, é só abrir o aplicativo. Logo no começo ele vai te mostrar as regras, e é bom ler com cuidado pra você saber como são os termos e como vai funcionar, tá? Então você informa seus dados como nome, CPF, data de nascimento, nome da mãe e telefone. Ele também vai pedir algumas informações sobre sua família.

Por fim, você precisará colocar seus dados bancários para receber o auxílio e esperar pela aprovação que aparece no próprio aplicativo.

Ah, além do aplicativo pra celular, você também pode acessar o site do programa clicando aqui ou até mesmo ligar pro telefone 111 para tirar dúvidas, tá?

Quem pode receber o auxílio

O Diário Oficial da União publicou no dia 2 de abril que a renda básica vai ser dada pra quem é um Microempreendedor Individual (MEI), ou um Contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), ou Trabalhador informal inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal).

Além disso você precisa seguir os requisitos:

  • Maiores de 18 anos;
  • Brasileiros sem emprego formal ativo;
  • O cidadão que não seja benefício previdenciário ou assistencial, ou beneficiário do seguro-desemprego, de programa de transferência de renda do governo federal, com exceção do Bolsa Família;
  • Brasileiros com renda familiar mensal de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda total mensal de até três salários mínimos (R$ 3.135).
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70

Cada família poderá receber até 2 valores, um para cada participante que seja maior de 18 anos. Mulheres que são mãe solo ou chefes de família podem receber duas cotas, que fica no valor de R$1.200.

Valor do auxílio e como é feito o pagamento

Se você se enquadra nesses pré requisitos, vai receber o auxílio de R$600 durante 3 meses. No caso das mulheres que são chefes da família, ele será de R$1.200 por 3 meses.

Dá pra receber diretamente em vários bancos como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazônia, Banco do Nordeste, Bradesco e até bancos digitais como Nubank, entre outros. Além disso, ainda dá pra sacar em casas lotéricas e agências dos Correios.

Esse pagamento também pode ser feito através de uma conta digital que vai ser criada no seu nome, e então você pode fazer uma transferência gratuita pra outra conta, se preferir.

A primeira parcela vai ser paga no dia 14 de abril (algumas pessoas podem receber antes), a segunda entre os dias 27 a 30 de abril e a última parcela entre os dias 26 e 29 de maio desse ano.

Se você já é beneficiário do Bolsa Família é ainda mais fácil. É só usar os dados já cadastrados sem precisar nem baixar o aplicativo da Caixa. Nesse caso você pode escolher qual benefício é o mais vantajoso pra receber, ou do Bolsa família que já é pago ou do auxílio emergencial.

E aí, conhece alguém que vai receber o auxílio? Então marca aqui e pra todo mundo saber da novidade! 😉